PROJETO RADICAL - VOLUNTÁRIOS SEM FRONTEIRAS

Com a finalidade de contribuir para que uma oportunidade se transforme em realidade, a JMM pensou em uma estratégia diferenciada de fazer missões ao implantar em 2003 o Projeto Radical África. Trata-se de um novo paradigma missionário, que tem como objetivo enviar jovens evangélicos para atuarem em diferentes regiões do mundo, especialmente entre os povos não alcançados, sinalizando o Reino de Deus através da proclamação e do serviço em favor da vida e da promoção da dignidade do homem, conforme os padrões estabelecidos por Deus.

Inicialmente o objetivo era trabalhar com as comunidades com os mais baixos IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), segundo a ONU, e que estão situadas no Norte da África. No entanto, o aumento crescente de candidatos e convites de parcerias para implantar o projeto em outras regiões e contextos, levou a Junta a ampliar o programa para outros continentes e a rebatizá-lo com o nome “Voluntários Sem Fronteiras”. Com isso, os Batistas contam anualmente com mais de 100 jovens, distribuídos entre as quatro equipes do Radical África (6 enviadas e uma em treinamento), 3 turmas do Radical Luso-Africano e 4, do Radical Latino-Americano.

O Projeto Radical – Voluntários Sem Fronteiras visa exercer o papel de agente popular de um grande despertar e de treinamento da juventude evangélica batista para o trabalho missionário, para viver e anunciar o Evangelho de Jesus Cristo, de tal forma que suas vidas e ministérios sejam a real tradução das palavras de despedida do apóstolo Paulo aos líderes de Éfeso: “Em nada considero a vida preciosa para mim mesmo, contanto que complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus” (Atos 20:24). Sua missão, portanto, é capacitar o jovem vocacionado para anunciar o Evangelho de Jesus Cristo através da proclamação e do serviço, em defesa da vida e da promoção da dignidade do homem, conforme missão anunciada em Isaías 61.

Ore por esse trabalho que nasceu no coração de Deus.


Junta de Missões Nacionais - 2011